Friday, March 16, 2007

De novo e de novo e de novo

Daqui a pouco mais de uma semana, 37. E, no entanto, pessoas continuam me dizendo: Sabe que você se parece com a Sandy? Ontem mesmo, na faculdade. Eu rio, mas deve haver algum fundo de verdade nisso, já que eu ouço tais sandices (ai, que infame!) de pessoas totalmente sem relação umas com as outras, nas situações e épocas mais diversas. Passei a ver como elogio, porque, apesar de a garota ter o repertório mais chato que existe, até que é bem bonitinha. E jovem.

Então, 37 = Sandy. Ok.

5 comments:

rosangela said...

É sempre bom se parecer mais jovem do que se é... Aproveite. ;) Mas vou deixar pra dar os parabéns semana que vem... :)

Wagner said...

Não sei por que, mas achei que você tivesse menos de 37...
Pelo visto, até no escrever você parece mais jovem. E que fique claro que isso não significa que você não escreve de acordo com uma pessoa da sua idade — até porque eu nem acredito nisso. O que eu quis dizer é que mesmo através da escrita (já que não a conheço pessoalmente) você transmite certa jovialidade — pelo menos para mim, um “senhor de idade”.
Uma coisa me parece certa, aliás, duas: o repertório da moça pode não ser lá grande coisa, mas que ela é bonita, isso é. Encare como um elogio.

Lys said...

Rosangela, é uma delícia parecer mais jovem do que se é na verdade. Melhor ainda é sentir que as pessoas têm razão em nos dizer isso. Eu já tive esse "sentimento de mocidade" muito forte em mim, mas agora, tendo que conviver com os pós-adolescentes da faculdade, acabo me sentindo quase anciã, especialmente quando vejo as raízes crescidas dos meus cabelos brancos. Argh!

Wagner, sabe o que eu acho? Você provavelmente pensou que eu fosse mais nova porque as minhas queixas (não são queixas a maior parte das coisas que escrevo aqui?) e os meus anseios são pueris, para não dizer imaturos. Na minha idade, ninguém fica tendo crise profissional e reclamando que não sabe o que quer da vida. Já me toquei do problema, mas não me encontro numca. Vou ficar velha e continuar com as mesmas insatistfações e demandas. Já pensou? Melhor ter acabado com o blog até lá. Ninguém agüenta!!!

Wagner said...

Pode até ser, Lys, mas não estou muito certo disso. Em todo caso, talvez nós sejamos bem mais parecidos neste ponto (crise profissional e indefinição do que se quer ser/fazer) do que você poderia supor. A diferença é que não escrevo mais sobre o "tema"...

carla said...

Lys e Wagner, eu tambem tenho quase 37 e to no grupo. Poe meu nome ai, por favor. ;)