Thursday, February 15, 2007

Pela boca

De repente, me pego ansiosa, e isso é uma novidade. Não perceberia se não atentasse para o fato de que mastigo rapidamente a comida às refeições. Eu nunca comi assim, com pressa, como se me fossem tirar o prato a qualquer momento. Isso sem contar o desejo incontrolável por chocolate.

Não enxergo os motivos.

Hoje, me desconheço.

5 comments:

Suzana Elvas said...

Vamos as duas assaltar uma Godiva :o)

CAROL said...

Pois de repente o fato de a ansiedade ser novidade pra vc, já é até lucro nesta correria sem fim.

Que vou te contar, uma tristeza, mas a gente acaba se acostumando com o frio no estômago 24 horas por dia. A não ser que eu me mude pra praia e passe a viver de amor e pesca, o que não deixa de ser uma opçã.

Visse que nos debandamos para o blogspot? Pois é, tudo muito lotado no blogger, mudanças obrigatórias e boas. Beijos!

rosangela said...

Já descobriu? :) Este escarafunchar as próprias razões ou desrazões, às vezes trazem boas surpresas. Boa sorte.

Wagner said...

Se você, que estuda psicologia, não consegue ver motivos para tal comportamento nem me atreverei a dizer coisa alguma... (até porque o que eu poderia dizer?)
Em todo caso, se descobrir as razões, espero que sejam benéficas.

Lys said...

Suzana,, nem me fale em Godiva. A minha nóia é que eu não consigo mais comer qualquer chocolate. Da última vez que comi um Chokito, achei doce demais e me perguntei como eu conseguia comer aquilo na infância. E a caixa da Garoto - a gente só comia porque era a única disponível? ;)

Carol, eu só percebo minha ansiedade na hora da comida, mas não vivo de amor e pesca, longe disso (o que é péssimo).

Vi a mudança e gostei muito. Vamos encher tudo de novo com textos diários?

Rosangela, dá preguiça de escarafunchar as razões profundas (se é que há). Talvez seja mesmo apenas um mau hábito adquirido nos últimos meses.

Wagner, eu que estudo psicologia... Sabe que as pessoas se lembram mais disso do que eu?